Quem escolhe a Bíblia como referencial...

...Tem nela sua fonte de verdade e dela extrai os princípios que norteiam sua vida. Isso, porém, vale apenas para si mesmo. Não coloca a pessoa em situação de maior prestígio ou favor diante de Deus, muito menos de superioridade sobre os demais. Ninguém é melhor, ou pior, só porque conhece mais, ou menos, sobre a Bíblia. E mesmo acreditar nela, ou não, é também opção pessoal. 

É certo que o conhecimento bíblico nos torna pessoas mais felizes, solidárias e responsáveis perante Deus. Por isso, aquilo que descobrimos ao estudar a Bíblia deve ser partilhado com os nossos amigos e familiares. Mas jamais poderemos obrigar quem quer que seja a concordar com cada ponto e vírgula de nossa forma de entender a Bíblia. 

Até porque, estudando-a a cada dia, veremos que nossa compreensão acerca dos temas pesquisados se ampliará e haverá posicionamentos que mantínhamos que terão de ser repensados e abandonados. 

Ninguém percebe todas as nuances de significado na primeira ou segunda leitura do texto bíblico. É preciso ler, reler e re-reler para captar todas as mensagens do Amado Mestre! Aliás, esse é um detalhe muito interessante que parece confirmar a origem sobrenatural do livro. Se lemos com os olhos verdadeiramente abertos, encontramos novidades na Bíblia a cada leitura.

Você concorda, discorda ou quer acrescentar alguma coisa?

Para entrar em contato conosco, utilize este e-mail: adventistas@adventistas.com